Continuando as 13 Dicas de Marie! Falta pouco para uma casa maravilhosa.

Se você chegou neste artigo antes de ler a introdução, talvez você queira ler o artigo Organizando o Lar com a Japonesa Marie Kondo. Lá falamos um pouco mais da importância de um ambiente organizado e de como esta jovem japonesa virou referência mundial em arrumação!

Depois de ler a introdução eu indico a leitura das 7 primeiras dicas, que estão na Parte 1! CLIQUE AQUI.

Mais uma vez eu fortaleço! Leia todas as dicas antes de começar o ritual na sua casa, afinal o método KonMari foi pensado de forma completa. Pular itens pode impossibilitar a arrumação perfeita.

No final você ainda encontrará um presente especial… Não deixe de conferir.


 

8) Roupas, roupas e mais roupas felizes!

quem casa quer casa - Marie 02.1-min

Ordem ideal

Seguindo aquela ordem ideal que Marie ensinou, as roupas são os primeiros itens! E dentro desta categoria ainda existe uma subdivisão ideal:

  • blusas;
  • partes de baixo;
  • roupas de pendurar (casacos, blazers e ternos…);
  • meias;
  • roupas íntimas;
  • bolsas;
  • acessórios;
  • roupas para momentos específicos (roupas de banho, uniformes…)
  • sapatos.

Bom, para começar a arrumação das roupas você deve procurar em todos os cômodos, gavetas e armários da casa. Pegue todas as peças de  roupa que você possui e espalhe pelo chão de um mesmo lugar.

Não esqueça das roupas que estão sendo lavadas ou no cesto de roupa suja. Você precisa olhar para todas as suas roupas de um vez.

Agora que você já tem todas as peças juntas, separe as peças de inverno (se é que onde você mora isso existe) das de verão. Eu poderia citar as outras estações do ano mas convenhamos, no Brasil as outras estações quase não existem.

Se você está fazendo a arrumação no inverno comece a arrumar pelas de verão e vice-versa.

Fazendo isso você realmente sentirá quais peças realmente de trazem felicidade e não ficará cega por um “ah, mas vai que amanhã faz muito frio”.

Não tenha medo de descartar as roupas que não te trazem felicidade por achar que ficará sem roupas. Tendo as que te trazem felicidade já será o suficiente.

“Roupas de casa”

Temos o constante e já enraizado comportamento de usar roupas velhas, feias e estragadas em casa já que ninguém vai nos ver.

A japonesa deixa esse item bem enfatizado e pede para que esse hábito acabe o mais rápido possível.

Muito relacionada com a cultura japonesa, a casa é tida como um canto especial e muito importante em nossas vidas. Por este motivo nós devemos estar sempre felizes conosco e bonitos dentro dela, não é porque você está sozinha que não pode se arrumar.

Muito pelo contrário! Arrume-se, se admire sozinha e isso trará energia boa para o lar, transformando em autoestima alta.

Dobrando as roupas

Roupas de modo geral ficam muito mais felizes quando estão dobradas, elas não gostam muito de passar o dia todo penduradas em um cabide.

Pode parecer loucura para algumas pessoas mas Marie nos dá confiança para fazer isso com alguns fatos trazidos do Japão.

Em japonês, “curar” é “te-ate”, que significa “colocar as mãos”. Essa expressão vem de um tempo anterior à medicina moderna, época em que se acreditava que as mãos poderiam curar ferimentos.

Um carinho especial realmente tem o poder de acalmar, transferir energias positivas e paz. Este processo também funciona com as roupas.

Quando você as dobra, a energia de suas mãos fica acumulada na roupa, funciona como um agradecimento à proteção que elas nos fornece todos os dias.

Além disso, dobrar roupas economiza muito espaço e torna a tarefa de visualizá-las mais fácil! Em um espaço que cabe 10 peças em cabides pode caber até 40 roupas dobradas.

Portanto, tirando os vestidos, saias e os casacos pesados, a maior parte das roupas prefere ser dobrada e guardada dentro de uma gaveta.

Melhor posição para guardar

Não deixe suas roupas todas empilhadas, emboladas dentro de uma gaveta.

O ideal é que você abra suas gavetas e visualize tudo de uma vez. Para isso você terá que dobrar de uma forma especial, pensando numa organização mais vertical e menos horizontal.

Segue então o passo a passo que Marie Kondo ensina em seus cursos, para dobrar camisetas:

  • dobre os dois lados para dentro, no sentido do comprimento;
  • já formado um retângulo comprido, dobre as mangas;
  • dobre o retângulo ao meio;
  • dobre até a peça ficar na altura da gaveta.

Se a peça ficar “em pé” sozinha está correto. Lembrando que cada tipo de peça pede uma dobra diferente. Tecidos finos merecem mais dobras e os mais espessos menos.

Coloque-as lado a lado de forma que consiga ver cada peça de uma só vez.


 

9) Livros e papéis, muito descarte!

quem casa quer casa - Marie 02.2-min

Assim que você acabar com toda a arrumação de roupas será a vez dos livros e depois da papelada.

Não desanime por serem pesados ou por medo do trabalho de recolocá-los nas prateleiras. Tire todos e os coloque no chão.

Essa etapa é muito necessária já que depois de um tempo os livros em estantes ficam “invisíveis” aos olhos.

Para que estes livros saiam do período de “invisibilidade” eles precisam mudar de lugar e serem vistos! Se você possuir muitos livros, pode separar em 4 grupos para organizar:

  • geral, livros que você lê por diversão;
  • prática, livros de referência, de receitas…;
  • visual, coletâneas de fotos, desenhos…;
  • revistas.

Depois de separá-los segue a regra básica:

  • pegue um a um e como um ritual, sinta se ele te dá alguma sensação de prazer ou não.

Um erro que Marie comenta é de querer ler um pouquinho de cada. Isso tirará sua concentração e você passará a perguntar a utilidade dele e não se você gosta.

O temido “vai que eu queira ler algum dia”

Sim, confesso que eu também tenho essa mania de guardar livros. Arquitetos se entopem da cabeça aos pés dos mais “variados” assuntos…

Temos livros de estruturas, fotografias, diagramação, profissionais específicos, revistas de projetos, revistas de artigos e o meu preferido: livros gigantescos que achamos lindo ter na estante mas que…. é, nunca li.

Ao ler o livro da Marie comecei a entender a lógica proposta por ela e decidi colocar em prática!

O primeiro passo é aceitar que o “algum dia” não vai chegar. É uma verdade muito ruim mas o brasileiro tem lido cada vez menos livros.

Com a internet ficou muito fácil comprar todos aqueles exemplares que um dia achamos que seria muito bom possuir. Porém não esperamos nem terminar de ler um para comprar outro que também ficará empacado na estante.

O ponto principal de um livro é o conteúdo que ele carrega, fora isso são apenas várias folhas de papel com algumas letras impressas juntas. Se você já o leu, aquelas informações já foram absorvidas, mesmo que você já não se lembre.

Marie Kondo repete:

“Só fique com o que te dá alegria”

E para os livros podemos ainda perguntar outra coisa:

“Este livro me inspira?”

Se aquele livro nunca foi lido, é porque você não possui real interesse.

Se aquele livro te causa real alegria, só por estar na sua estante, fique com ele.

Se aquele livro carrega algum conhecimento que você um dia quis possuir mas nunca leu… Bom, acho que você já entendeu o que deve fazer.

Caso você descarte algum livro e num momento seguinte sentir uma vontade muito grande de tê-lo de volta a ponto de querer comprar um novo exemplar, compre um e desta vez leia!!!

Vou te contar que demorei para aceitar essas indicações mas assim que eu tomei coragem foi tranquilizador. É muito bom olhar agora para as minhas estantes e só encontrar livros que me fazem sorrir.

Papéis e mais papéis

quem casa quer casa - Marie 02.3-min

Nesta categoria a regra básica não é olhar um a um e sim jogar tudo fora!

“Nossa como assim jogar no lixo?”

Isso mesmo, papéis não trazem alegria e por isso não devem ser guardados. Só existem 3 categorias de papéis que devemos armazenar:

  • o que está em uso atualmente
  • o que terá uso durante certo período
  • o que precisamos guardar para sempre

Atenção!

Cartas, diários, desenhos dos filhos ou qualquer outro papel que carregue valor sentimental não entra em “papelada”.

Depois de buscar todos os papéis espalhados pela casa, sejam anotações ao lado do telefone, bilhete na geladeira ou pastas nos armários leve tudo que não entra nas 3 categorias para a reciclagem!

Depois que todo o lixo estiver saído de casa é hora de separar os papéis que ficaram. Não gaste muito tempo organizar minuciosamente cada papel, você não está num escritório.

Deixe todos os papéis de coisas a fazer juntos em algum lugar de fácil acesso. Neste local ficará o jornal que ainda não foi lido, as cartas que precisam ser respondidas, pagamentos e convites para eventos.

Você pode colocar ali também aqueles papéis de uso mais corriqueiro como apostilas de cursos e documentos básicos.

Em uma pasta que pode ficar escondida já que a frequência de uso será muito baixa guarde os documentos, contratos, contas pagas, garantias e manuais. Dentro desta pasta coloque mais ao fundo os documentos menos utilizados e mais por cima os que são um pouco mais utilizados.

É bom lembrar que existem alguns documentos que devem ser guardados por somente algum tempo, como os comprovantes de pagamento, então sempre que possível dê uma olhada nesta pasta.


 

10) Itens variados, se preparem!

quem casa quer casa - Marie 02.4-min

Pode procurar na sua casa, você provavelmente tem pequenos itens escondidos nos mais variados lugares. Grampos de cabelo, moedas, botões, chaveiros, baterias, amuletos e por aí vai.

Quando nos perguntamo porque guardamos aquilo… a resposta geralmente é “porque  sim”.

Essa categoria abrange diversos itens dentro de uma casa e sim, Marie preparou uma ordem especial para eles:

  • cds e dvds
  • produtos de beleza
  • maquiagem
  • acessórios
  • documentos (passaportes, cartões de crédito…)
  • eletroeletrônicos
  • utilidades da casa
  • provisões da casa (detergente, descartáveis, lenços de papel…)
  • utensílios de cozinha/alimentos
  • outros

Você vai se surpreender com a quantidade de miudezas que está espalhada e quanto espaço elas ocupam. Não tenha medo e arrume tudo, se a resposta para o tal armazenamento for “porque sim”, lixeira!

Dentro da categoria de itens variados você pode achar vários presentes. Presentes são manifestações de afeto de alguém por você, alguém gastou um tempo para achar algo que fosse especial para você.

Tenha em mente que o principal motivo de um presente é a transmissão de energia boa e felicidade. Acontece que alguns presentes que ganhamos não tem nada a ver com o nosso estilo ou são desconfortáveis.

Não tenha peso na consciência de se desfazer destes presentes esquecidos. É claro que quem te deu esperava que aquilo fosse útil para você mas se isso não aconteceu, não use por obrigação. Aposto que quem te deu não quer que você se sinta mal com algo que ela deu.


 

11) Não perca o hábito da organização

quem casa quer casa - Marie 02.5-min

Depois de iniciado o processo não deixe se perder aos poucos. Se você sente aquela liberdade enorme ao chegar em casa e jogar a bolsa no sofá, largas os sapatos pela casa e ir descansar… você precisa parar agora!

Sua casa só será rica de energias positivas se estiver em ordem. Então ao chegar em casa todo dia só se jogue no sofá depois que tudo estiver em seu devido lugar.

E um ponto muito importante de ter um espaço para cada coisa é isso, você sempre chegará em casa sabendo onde cada pequeno objeto que você usou descansará.

Chegue em casa, tire os sapatos, agradeça pelo esforço que eles fizeram para te proteger e os coloque na sapateira. Tire os itens de sua bolsa, agradeça pelo dia e coloque em seus devidos locais, repita isso com casa peça de roupa ou objeto que você tenha trazido da rua.

Fazendo isso constantemente a bagunça não voltará e você verá logo logo como é prazeroso deitar na cama para dormir sabendo que tudo está em seu devido lugar.


 

12) Busque a perfeição!

quem casa quer casa - Marie 02.6-min

Dicas constantes de revistas e sites de arrumação do lar são:

“Não tente arrumar tudo de uma vez, de pouco em pouco você conseguirá.”

“Comece devagar e se desfaça de apenas um item por dia.”

Não! Marie afirma e reafirma que essas dicas estão extremamente equivocadas ao longo de seu livro.

Ela mesma já tentou aplicar essa dica em sua vida durante um tempo. O que acontece é que a maioria das pessoas acaba se esquecendo de descartar todos os dias, deixa para descartar vários itens de uma vez e desistem em algum momento.

Outro problema é que as pessoas podem até descartar os itens diariamente mas basta uma passada no shopping e vários e vários novos itens voltaram para os espaços vazios.

Então, vamos lá, nada de tentar organizar a casa de pouco a pouco! Faça tudo de uma só vez e sempre buscando a perfeição! Sim, perfeição.

Para o quesito organização você só precisa tomar duas ações:

  • decidir se vai ou não jogar algo fora
  • decidir onde guardará o que ficar

Pronto, a perfeição não parece tão difícil agora, parece?


Agora a dica mais importante para uma organização de sucesso!


13) Antes de começar, visualize os resultados que você espera

quem casa quer casa - Marie 02.7-min

Você já sabe que o ponto principal da organização é o descarte do que você não precisa, muito importante também é que você mantenha tudo aquilo que realmente te faz feliz.

Porém…. antes que você comece a aplicar os métodos KonMari você precisa especificar seus objetivos. E sabe o porquê?

Se você iniciar toda a arrumação sem um objetivo a chance do “efeito rebote” é enorme de voltar. Então vamos lá, qual o seu principal objetivo?

“Ah não sei, ter a casa sempre arrumada…”

Não, o seu objetivo tem que ser mais profundo e preciso, nada de “casa arrumada”, “coisas no lugar”, “tudo em ordem”. Você precisa criar uma descrição bem nítida do que quer.

Marie em seu livro “A mágica da arrumação” dá um exemplo de uma de suas clientes. Em seus 20 anos de idade, a cliente definiu que o sonho dela era ter “um estilo de vida mais feminino”.

Esta cliente vivia em uma espécie de quitinete, possuía um armário embutido e algumas prateleiras. Só naquele espaço ela conseguiria guardar tudo que tinha mas suas coisas estavam todas espalhadas.

Quando ia dormir ela tinha que retirar as coisas da cama e passar para o chão, e depois recolocar sobre a cama.

Marie então pediu para que a moça explicasse o que significava para ela este tal “estilo feminino”

Segue então o trecho do livro onde a cliente explica o que seria para ela seu objetivo:

 

“[…] eu penso em algo assim: quando eu voltasse para casa, depois do trabalho, o chão estaria arrumado como um quarto de hotel, sem nada obstruindo o campo de visão. Eu cobriria a cama com uma colcha rosa e teria uma luminária branca em estilo retrô. Antes de me deitar, tomaria um banho relaxante, acenderia lamparinas com óleos aromáticos e ouviria composições de piano ou violino, praticaria ioga e tomaria chá de ervas. Adormeceria despreocupada, com uma agradável sensação de amplidão.”

A descrição da cliente foi tão clara que quase podemos visualizar o tal ambiente. É exatamente isso que você precisa fazer, defina exatamente como você quer que seja sua vida após a arrumação.

Pense bastante cada detalhe que você gostaria em sua casa, você pode procurar inspiração em revistas, visitar lojas ou decorados. Depois disso anote em um papel.

Você pode estar pensando que você já tem tudo que precisa… Ainda não mas falta só um último detalhe.

Você já sabe como é a casa dos seus sonhos, então se pergunte:

“Porque você quer isso?”

No caso da cliente da Marie ela precisou se perguntar o motivo de todos aqueles detalhes, qual o motivo da terapia aromática.

Se a resposta for “quero dormir bem”, “quero perder peso”, “quero alegria no fim do dia”, se pergunte novamente. Pode ser que a resposta venha como “quer acordar no dia seguinte bem”, “quero ficar com o corpo mais bonito”, “quero adormecer sorrindo”.

Repita esse processo de entender o porquê para cada item de três a cinco vezes.

É esperado que no final do processo você chegue a uma resposta muito simples:

“Eu quero felicidade”

quem casa quer casa - Marie 02.8-min

Pronto, noiva, você está apta para organizar sua casa, se desfazer de itens e acima de tudo ser feliz.

Organização é alegria e alegria é essencial em seu lar.


Surpresa!

Caso tenha gostado da metodologia da Marie Kondo estamos finalizando um super infográfico que servirá de guia para você, NOIVA, consultar a todo momento de forma resumida mostrando os 13 passos.

Você receberá o guia em primeira mão assim que ele estiver pronto. Cadastre AQUI seu e-mail em nossa lista VIP porque além desse super infográfico que estamos elaborando, você vai ficar sempre atualizado com os artigos e novidades do Quem Casa Quer Casa, o Blog de casamento diferente que fala da sua casa!!!!

Você quer receber mais dicas de organização e decoração para o lar?

Nós queremos muito saber notícias de sua arrumação! Conte-nos sua experiência em nosso espaço Conte Sua História.

Afinal Quem Casa Quer Casa!

Casa linda e organizada!